Friday, June 30, 2006

Síndrome
Estou mais perto dos 30 que dos 20 XVI

O trabalho passa a ocupar grande parte da vida.
E as férias cada vez ficam menores...

Wednesday, June 28, 2006

Summer Party


é pró menino..é prá menina...

Sunday, June 25, 2006

Síndrome
Estou mais perto dos 30 que dos 20 XV

Todos os dias, são dias de festa.
E a boa disposição, encontra-se ao virar da esquina.

To be or not to be... wed

Não me quero casar. Não acho que seja um papel que deva ditar com quem eu quero estar. Estou com quem gosto e porque gosto. Não gosto de imposições. À parte deste pequenos pormenores, descobri uns quantos outros que me fazem não querer casar.
Já tinha ido a casamentos, já tinha visto muitas noivas. Nunca tinha presenciado o dia de casamento pelos olhos da noiva. Sendo que era um segundo casamento, parti do príncipio que os nervos seriam menos e fosse tudo tratado com mais calma. Nada mais errado. O dia do casamento é um verdadeiro atentado à calma. A noiva não cabe em si de nervosismo e não há nada que se possa fazer para a acalmar. Por isso, minhas amigas, se algum dia disser que me quero casar, por favor internem-me. Estou à beira dum ataque de nervos.

Friday, June 16, 2006

Dá-me força...

Monday, June 12, 2006

Duvidas Existenciais... I

Se o cu é mais pequeno que a boca (à partida:), porque é que o supositório é
maior que o comprimido?

Friday, June 09, 2006

Síndrome
Estou mais perto dos 30 que dos 20 XIV

O trabalho ocupa a mente.
Torna-se muito mais fácil ultrapassar quaisquer problemas, sentir-me bem e ser feliz!

Wednesday, June 07, 2006

Síndrome
Estou mais perto dos 30 que dos 20 XIII

Os homens devem ser feios, porcos e maus.
Porque se deixam de o ser, as mulheres deixam de os querer.

Copy/Paste II

amores de verão I

Ok. A vida podia ser mais fácil com amor. Mas uma ventoinha já servia perfeitamente.

Monday, June 05, 2006

Síndrome
Estou mais perto dos 30 que dos 20 XII

Vive-se o fim-de-semana como se não houvesse amanhã.
A vida são mesmo só dois dias.

O Churrasco...

Após este longos meses de chuva e frio, podemos finalmente convidar uns amigos e fazer um Churrasco.

Talvez porque há um certo risco envolvido na actividade, este é o único tipo de cozinha a que um verdadeiro homem se deve dedicar: "A cozinha fora de casa"...

Quando um homem aceita fazer o Churrasco a seguinte cadeia de acções põe-se em marcha:

1) A mulher compra os alimentos;

2) A mulher faz as saladas, prepara as batatas fritas, o arroz e a sobremesa;

3) A mulher prepara a carne para ser cozinhada, tempera-a, coloca-a numa travessa e leva-a ao homem que já está á espera ao pé do grelhador de cerveja fresca na mão;

Aqui vem a parte realmente importante da questão:

4) O homem coloca a carne na grelha;

5) A mulher vai para dentro e põe a mesa;

6) A mulher apercebe-se que o homem está com os outros homens a contar anedotas e vem cá fora a correr a avisar que a carne se está a queimar;

7) O homem aproveita e pede-lhe mais uma cervejinha fresquinha;

8) A mulher vem cá fora trazer a cerveja e uma travessa;

E é então que vem a segunda parte importante do processo:

9) O homem tira a carne da grelha e entrega-a à mulher;

10) Depois de comerem, a mulher tira a mesa, lava a louça, arruma a cozinha e lava a grelha;

11) Toda gente dá os parabéns ao homem pela fantástica refeição que ele preparou;

12) O homem pergunta à mulher se lhe soube bem o tempo de folga de que usufruiu, e perante o ar chateado dela conclui que há mulheres que nunca estão satisfeitas com nada...

Friday, June 02, 2006

Síndrome
Estou mais perto dos 30 que dos 20 XI

A sexta-feira tem um sabor doce amargo. Apesar de se iniciar o fim-de-semana, temos acumulado o cansaço da semana que agora acaba.

Síndrome
Estou mais perto dos 30 que dos 20 X

Quem não casa, nem quer casar, também gostaria de ter a sua casa. Mesmo que alugada.

Thursday, June 01, 2006

Quem casa gostaria eventualmente, se os senhores do banco deixarem, ter casa!

Comprei uma casa... Eu e o meu mais que tudo resolvemos que uma casinha com um jardim é o ideal para quem tem filhos e não os quer enjaulados num AP e colados ao ecrã da TV ou do PC.
A casa ideal para os nossos bolsos estava literalmente mesmo em frente aos nossos narizes e quando surgiu a hipótese de a comprar entramos a pés juntos nas negociações.
Depois veio a dança dos bancos... e o nosso maior pesadelo (leia-se nosso no sentido lato: jovens com 26 anos não efectivos). Para CINCO dos maiores bancos a trabalhar em Portugal, jovens licenciados contratados a prazo que não ganharam a lotaria, nem têm pais ricos são o equivalente moral e monetário a DESEMPREGADOS! Apenas UM banco (cujo slogan/chavão publicitário está expresso na frase acima) nos concedeu um crédito para habitação.
Ridículo? Irreal? Não... Portugal!

Homens estão mais femininos


Acabaram todas as duvidas.....
counter stats